Programação
10º Congresso Brasileiro de Natação Infantil

Abertura

13h30 – 14h30


Solenidade
Entrega dos certificados para os expositores da sessão de pôsteres

Despertar o Humano no Ser Humano

14h30 às 15h40

Leandro Ghetti Kao – São Paulo

Qual é a influência do individualismo nas relações de nossa época?
Qual é o meu propósito no trabalho como professor de natação?
Qual é o papel dos alunos nesse contexto?
Como despertar o lado humano nessa relação?


Um bebê sozinho, não existe

16h00 às 17h30

Daniel Zylberberg – França

Quando recebemos um bebê na piscina, na verdade é um casal em plena interação que acolhemos. Durante muito tempo e com muita frequência, tínhamos a tendência de considerar os pais, no melhor das hipóteses, como um fenómeno marginal, talvez até perturbador, senão desprezível, reduzindo o papeldeles a segurar o bebê no colo. As experiências de autonomia aquáticas valem tanto para o bebé como para os pais. Eles se constroem mutuamente e nós devemos reexaminar a piscina como um espaço de parentalidade.


Painel da ABPNI (Academia Brasileira de Profissionais de Natação Infantil) – Saberes Compartilhados

17h30 às 18h30


Postura profissional além do ambiente de trabalho.
Denise Martins Araújo

Utilização de recursos tecnológicos na aprendizagem da natação infantil (prós e contras).
Renata Rodrigues

A importância do professor ter a prática e não somente a teoria.
Egle Ribeiro da Luz

Os palestrantes irão apresentar seus temas por 10 minutos e depois responderão perguntas da plateia.
Cacilda Gonçalves Velasco – Mediadora

Palestra do Participante: AquaCraft – construir na água

08h30 às 09h00

Simone Santoro

Para o sociólogo Bauman, vivemos a era da ‘modernidade líquida’ aonde a única convicção é a mudança, um novo mundo em que as pessoas precisam se reinventar todos os dias. A Aquavivência procura através da criação do “AquaCraft”(inspirado no jogo Minecraft), levar para a água o temperamento e as necessidades desta nova sociedade.

AquaCraft torna-se um material de apoio, criado para despertar o interesse para as aulas de natação, cativando os alunos a partir de suas afinidades com o mundo eletrônico, explorando a construção criativa dentro do meio líquido, conduzindo cada indivíduo a descobrir sua maneira de aprender.


Natação e prevenção de afogamentos na Austrália: visão global

09h00 às 10h00

Ross Gage – Austrália

Serão apresentadas as organizações-chave e os principais sistemas existentes na Austrália. Além disso, os caminhos da natação serão detalhados, de uma perspectiva comunitária e competitiva. Adicionalmente, serão apresentadas mensagens relevantes em prevenção de afogamento. Importante também, será destacado os papéis dos professores e dos treinadores.


O jeito das escolas de natação australianas ensinarem natação e segurança aquática

10h30 às 12h00

Ross Gage – Austrália

Tudo, desde ensinar de bebês e crianças até adultos, será delineado nesta apresentação. O ensino de alunos com deficiência será um dos pontos. As metodologias levam em consideração esforços para estabelecer um equilíbrio entre o ensino dos estilos e de habilidades de segurança aquática. Algo “especial”, de várias escolas de natação de toda Austrália, encerrará a apresentação.


A importância do brincar para a saúde e a formação da criança nas aulas de natação

13h30 às 14h30

Wagner Tatsuya Moriyana – São Paulo

Segundo Steiner, “o brincar da criança é a manifestação mais profunda do impulso que conduz ao fazer, trazendo para o mundo a verdadeira essência humana”.

A criança enquanto brinca, ao mesmo tempo em que vivência e interioriza as experiências do mundo que a cerca, adquiri a noção de si mesma, desenvolve a vontade e aprende a conviver com o outro.

Entenda como podemos, através da natação, proporcionar um ambiente harmonioso em que a criança consiga se desenvolver amplamente com o objetivo maior de tornar-se um ser humano saudável e livre.


Metodologia Nado Livre de Natação Infantil

14h30 às 15h30

Moema Gonçalves Mattar – Sete Lagoas

Nesta palestra serão apresentadas e compartilhadas informações sobre a metodologia de natação infantil desenvolvida, aplicada e estruturada há 28 anos pela academia Nado Livre.

Uma mostra da construção, estruturação e fundamentação do método baseado em conteúdos e conceitos fundamentais das fases do desenvolvimento infantil integral, em vivências e experiências aplicadas.


Afeto, aconchego e a aula de natação

15h30 às 16h30

Ana Paula Siqueira – São Paulo

Quando oferecemos amor e afeto para uma criança em seus primeiros anos de vida, estamos contribuindo de forma significativa no funcionamento de seu cérebro.

Estas interações são essenciais para a formação de um ser humano mais seguro, compreensivo, resiliente e empático.Assim como o contrário, a falta de afeto e vínculos sólidos, podem comprometer a arquitetura cerebral e a criança pode ser tornar um adulto inseguro, agressivo e com comportamentos destrutivos.

O professor de natação infantil pode utilizar este conhecimento, diferenciando sua aula e contribuindo assim na formação de seres humanos melhores para a nossa sociedade.


Encerramento

16h30

© Copyright 2009-2013 INATI - Instituto de Natação Infantil. Todos os direitos reservados.